Todas as publicações de David Jonson . Rio de Janeiro , Brasil

Publications
https://avalanches.com/br/riodejaneiroa__hoje_marca_o_50_aniversrio_do_lendrio_rivaldo_um_homem_que_no_au1932365_20_04_2022

Hoje marca o 50º aniversário do lendário Rivaldo - um homem que no auge de sua carreira foi considerado o melhor do mundo, e acabou sendo uma sombra muito pálida de si mesmo. Mas no dia do aniversário, Terrikon não falará de coisas ruins - ele se lembrará de Rivaldo em sua melhor temporada na Copa da Europa.

O primeiro grande clube da carreira de Rivaldo foi o Barcelona. Ele chegou lá em 1997 e conseguiu se tornar o campeão da Espanha duas vezes, além de ganhar a Copa nacional. Mas na frente europeia, ele não conheceu o sucesso com este clube. Embora tenha começado com uma vitória, à qual venerava pessoalmente. 08 de janeiro de 1998 "Barcelona" como o vencedor da Taça dos Vencedores das Taças lutou pela Supercopa da UEFA com o Borussia Dortmund - e venceu por 2:0. Um dos gols de pênalti foi marcado por Rivaldo. Penalidade era geralmente sua especialidade. Voltaremos a isso em uma história extremamente dramática.


Ele não conhecia mais sucessos europeus com "romã azul". Naqueles anos, o Barça começava a enfrentar problemas que logo o mergulhariam na mais grave crise - uma das mais graves de sua história. Na Liga dos Campeões duas vezes seguidas, ela não conseguiu se classificar do grupo. Em 2000, no entanto, as coisas aconteceram de forma diferente.


Na temporada europeia de 1999/2000, Rivaldo começou como artilheiro indiscutível do Barcelona - no campeonato espanhol anterior, ele marcou 24 gols, perdendo apenas um gol para Raul do Madrid. Ele jogou de forma brilhante e eficaz. Ele parecia ser uma síntese absoluta do estilo brasileiro e europeu - técnico e atlético, artístico e proposital. Como resultado, após os resultados de 1999, ele recebeu a Bola de Ouro. Foi um reconhecimento não só do seu desempenho na La Liga, mas também das façanhas europeias, sobre as quais contaremos.


Naquela temporada, "Barcelona" finalmente conseguiu. De acordo com o regulamento, dois torneios de grupos foram disputados na Liga dos Campeões e depois os playoffs, a partir das quartas de final. Assim, na primeira fase de grupos, o Barça marcou 19 gols, e na segunda - 17. Total - 38 em 12 partidas, exatamente 3 por jogo. Você pode imaginar o desempenho? Em 3 dessas partidas, os catalães acertaram 4 vezes no gol adversário, em mais 2 - até 5. A equipe jogou no ataque, o trio ofensivo de Rivaldo, Luis Enrique e Patrick Kluivert funcionou como um mecanismo bem lubrificado ( no total, nesta Liga dos Campeões vão marcar 23 golos a três, incluindo o próprio Rivaldo - 10, a melhor figura de todo o torneio). Além disso, não vamos esquecer, Luis Figo também jogou pelo Barça. Isso deu profundidade e elasticidade ao ataque.


Teve Rivaldo e seus benefícios. Por exemplo, o jogo fora de casa contra a Fiorentina na primeira fase de grupos. Seu “Barcelona” não conseguiu vencer, mas o sorteio acabou sendo brilhante e rico em todos os tipos de eventos. Rivaldo fez tudo o que podia pelo seu time, mas a defesa dos “violetas” não pôde fazer nada com ele. Com um placar de 1 a 1, ele levou seu time para a frente e, com um placar de 2 a 3, salvou-se da derrota, marcando um gol que não só mudou a vida, mas também puramente brasileiro na técnica. A defesa, claro, estragou tudo, deixando-o desacompanhado no centro da defesa - mas também foi necessário pegar a bola desconfortavelmente voadora no peito e depois enviá-la para a rede passando pelo goleiro com um toque. Tudo isso Rivaldo fez com perfeição.


Na segunda fase de grupos, um benefício para Rivaldo aconteceu em um importante jogo em casa com o principal rival, o Porto. Os catalães venceram por 4 a 2, o brasileiro marcou o primeiro e último gol de sua equipe - primeiro empatou, tranquilizando o adversário teimoso, e depois finalmente tirou todas as dúvidas no penúltimo minuto da partida. Rivaldo agiu em seu próprio estilo - aparentemente despreocupado, de alguma forma até preguiçoso, mas surpreendentemente útil, na hora de atingir os pontos certos ao longo de uma frente de ataque muito ampla e profunda.


Ninguém nunca soube definir seu papel - se um meia-atacante, ou um atacante, e muitas vezes um híbrido, o que agora seria chamado de "falso nove". A principal arma de Rivaldo era a inspiração, que vinha do melhor instinto de jogo. Poucos conseguiam, como ele, ler a situação em uma fração de segundo e entender onde deveria avançar para ser o mais útil possível. A função de jogo "borracha" do brasileiro o tornou mortal para os adversários, principalmente na temporada 1999/00, quando seu talento atingiu o ápice.


Nas quartas-de-final da Liga dos Campeões, o Barcelona atuou em dois atos tão diferentes quanto o dia e a noite. Em casa, o Chelsea venceu com confiança por 3-1, conseguindo neutralizar a força de ataque do inimigo com seus ataques rápidos. O jogo de sempre dos catalães se desfez, Rivaldo parecia um peixe jogado na praia. Em casa, o Barça conseguiu responder exatamente com o mesmo resultado no tempo regulamentar. Rivaldo marcou o primeiro gol da partida, que foi para a prorrogação. Bem lá...


Aos 99 minutos, o Barça ganhou o direito a um pênalti. Rivaldo calmamente, quase sem overclock, acertou a bola no canto direito do gol britânico. Parecia convincente por si só, mas ainda mais - já que aos 88 minutos o mesmo Rivaldo também bateu um pênalti, no mesmo canto do gol - e errou. Ele poderia decidir ainda então, no final do tempo regulamentar. Ele poderia ficar no banco de trás e não sofrer uma nova penalidade após 11 minutos. Ele poderia bater de alguma outra forma. Mas não - sua autoconfiança era tão abrangente que ele caminhou até a bola sem hesitar e acertou a bola exatamente da mesma maneira, sem nem mesmo mudar a posição do pé.


Isso era tudo o que ele era - um grande jogador de seu tempo, infinitamente talentoso e acreditando sem limites em seu talento...

Show more
0
1
https://avalanches.com/br/riodejaneiroa__o_brasil_planeja_concluir_o_desenvolvimento_de_seu_prprio_blockchain1932364_20_04_2022

O Brasil planeja concluir o desenvolvimento de seu próprio blockchain com o apoio do Conselho de Contabilidade do Sindicato em 60 meses. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) firmou parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU), instituição constitucional do governo brasileiro, para concluir o desenvolvimento da blockchain estatal. A rede será usada como base para o desenvolvimento de aplicativos governamentais. O acordo implica que ambas as instituições trabalharão de forma independente uma da outra, sem troca de recursos. Há 60 meses para concluir o projeto. O diretor do banco Gladstone Arantes disse ao Portal to Bitcoin que o principal objetivo do projeto é criar uma plataforma comum na qual todas as iniciativas de tecnologia do governo, sejam aplicativos ou bancos de dados, funcionarão. Além disso, o projeto deve melhorar os sistemas de controladores da administração pública e aumentar a transparência dos gastos, o que se refletirá no blockchain. As autoridades brasileiras não gostaram do fato de que uma infraestrutura e uma rede separadas estão sendo desenvolvidas para cada projeto estadual. Segundo Arantes, isso bloqueia a inovação e leva muito tempo. Portanto, o país simplesmente fica atrás do resto do mundo. O projeto foi lançado em 2018 e foi anunciado que usará o mecanismo de consenso Proof-of-Authority (PoA) baseado na plataforma Hyperledger Besu 2.0. Isso evita qualquer tentativa de mineração na rede do estado. Então Arantes disse que tal configuração torna todo o sistema seguro e aberto para pesquisas. Na semana passada, ficou conhecido que o Banco Central do Brasil (BB) planeja lançar um programa piloto de sua própria moeda digital (CBDC) no segundo semestre deste ano, além de introduzir contratos inteligentes e DeFi.

Show more
0
1
https://avalanches.com/br/riodejaneiroa__a_deciso_de_cancelar_todas_as_restries_relacionadas_pandemia_int1932362_20_04_2022

A decisão de cancelar todas as restrições relacionadas à pandemia introduzidas no início de 2020 foi tomada devido à melhora da situação epidemiológica e ao alto percentual de cidadãos brasileiros que foram vacinados.


O coronavírus tirou a vida de 662 mil pessoas no Brasil, segundo esse indicador, o país está em segundo lugar depois dos Estados Unidos. Os fãs de samba estão imensamente felizes e se preparam para finalmente curtir seu hobby no próximo final de semana.


Os carnavais espumantes serão realizados em duas grandes cidades, São Paulo e Rio de Janeiro. Após o cancelamento em 2021 e o adiamento em janeiro deste ano, as escolas de samba se preparam para se mostrar em toda a sua glória.


O tradicional carnaval nas cidades brasileiras foi adiado por conta do coronavírus. Inicialmente, era para ser realizado em fevereiro, mas o evento foi adiado para abril.


A decisão foi tomada devido à disseminação da cepa omicron COVID-19. Conforme explicou então o chefe da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, a situação sanitária da cidade não permite a realização de um evento de massa na data prevista.

Show more
0
1
Show more
Fair
Show more